O OBJETIVO DESTE BLOG É SER UMA FERRAMENTA DE APOIO PEDAGÓGICO PARA AS AULAS DE HISTÓRIA E SOCIOLOGIA DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

sábado, 25 de fevereiro de 2012

O Imperialismo (9. ano)

 Considerações sobre a bibliografia utilizada

Nas aulas sobre Imperialismo, decidi seguir como referência, além do livro didático, três obras que acredito serem interessantes para entendermos esta temática da história. O primeiro "História do século XX vol. 1, 1900-1945" de Serge Berstein e Pierrre Milza (direção) é um excelente resumo dos principais fatos que se desenrolaram nos períodos que precedem a Primeira Guerra Mundial, focando-se de forma didática (como minha colega, também professora de História, Íris, destaca, causas e consequências) nos aspectos políticos e economicos que compõem o Imperialismo.  O segundo é o clássico "Era dos Immpérios, 1875-1914" do garnde Eric Hobsbawn. Em especial trabalharemos alguns trechos dos capítulos 3 e 11. Por fim, há uma curiosa obra chamada "Holocaustos coloniais: Clima, fome e imperialismo na formação do Terceiro Mundo" de Mike Davis. Este livro nos dá um panorama detalhado em índices e gráficos sobre as questões climáticas e períodos de fome durante o século XIX, mostrando como os efeitos destes fatores tanto nos grandes impérios que se saiam beneficiados como colonias e nações que se deterioravam contrastando com o poder economico dos ricos países. Há inclusive algumas abordagens sobre o Brasil. 

Os tópicos das aulas seguem a estrutura do quarto capítulo da primeira obra:

  • O conceito de Imperialismo (uma reflexão sobre o tema).
  • O triunfo do Imperialismo (introdução).
  • O avanço técnico e científico (alguns trechos do capítulo 11 de "A Era dos Impérios" serão utilizados.
  • A preponderância financeira e comercial.
  • Penetração economica e áreas de influência.
  • Os fatores da Expansão Colonial.
  • Os Grandes Impérios Coloniais.
  • Novos Imperalismos.


Para começar: Abaixo um clipe da banda alemã Rammstein que faz uma crítica ao que alguns historiadores entendem como sendo um imperialismo moderno (apesar das controvérsias de outros historiadores). Atente para a letra e os elementos que os autores do clipe destacam sobre a imposição de uma cultura estaduniense.


Nenhum comentário:

Postar um comentário